domingo, agosto 27, 2006

Bruxas? Não acredito nelas, mas que as há, há.

"...Quando era chavalo eu sonhava insistentemente com uma bruxa. Daquelas clássicas, velha, vestida de preto, embora sem cara bem definida. Tinha medo de subir ao sótão do prédio porque de certeza que era por detrás daquela porta pequenina que ela congeminava os meus pesadelos de criança. Foram os únicos pesadelos que tive até hoje. Ainda me lembro bem do torpor em que o meu corpo entrava quando pressentia que ia começar a ter o pesadelo. A sério, eu sentia o pesadelo a chegar. Muitas vezes conseguia escorraçá-lo, outras, ficava imobilizado e pensava "Pronto"..."

Aqui está uma "transparência deixada pelo nosso amigo abssinto.
Obrigado e desculpa o atraso na leitura da tua "transparência".

Bruxas.
Filhas da solidão.
Aspiram à satisfação absoluta pelo único caminho que está à sua disposição:
As forças demoniacas.
Será?
Ou será o afastamento cada vez maior do Culto à Deusa Mãe e aos "espiritos da Terra" por parte da "Nova Religião"?

Na Idade Média abundavam os "pactos diabólicos".
Bastava a uma mulher não ir à igreja ou ter um comportamento estranho que vizinhos, ou até mesmo o próprio esposo quando se queria livrar dela, a denunciavam às autoridades eclesiásticas.
Uma mulher não podia ter conhecimentos de Medicina Popular, hoje conhecida por Medicina Alternativa, que eram logo apelidadas de filhas de Satanás.

Mas há uma evidência contraditória muito grande nisto tudo.
Se o Criador é a fonte de todo o bem e só do bem, a existência do mal é absurda.
Ou não será assim?


Deixo-vos com a opinião da Luthien acerca do comentário do Abssinto.

"...Não concordo.
Uma mulher que era considerada de "mulher livre" era logo julgada pelos seus actos que eram maioritariamente benignos. Mas não ao ponto de vista da Inquisição.
Gostava de saber, se realmente reflectiram sobre o que realmente é uma "bruxa".
Aí está a ideia clássica.
Uma velha de nariz pontiagudo que faz mal a criancinhas e roga pragas a vizinhos... Ideias lançadas pelos cristãos a fim de se verem livres do apego ao paganismo e ao culto do feminino.
O certo é que as pessoas têm medo de alguém que possa ter poder nas vossas vidas. uma ideia inutil já que todos possuiem poder...
Uma bruxa, maga ou feiticeira foram condenadas por adoração ao diabo, e por isso foram acusadas e humilhadas injustamente, fruto da ignorancia, já que uma Filha sagrada ama Gaia, a dita Mãe Natureza!
As pessoas não separam a magia branca da magia negra, pois pensam que faz tudo "parte do mesmo saco".
Bruxaria - O conhecimento e as prácticas especificos das bruxas. Às vezes sinónimo de Wicca (também conhecida como Arte). Nos tempos antigos, medievais e do renascentismo, a bruxaria geralmente incluia o trabalho com ervas, a cura, o oficio da parteira e outros tratamentos populares, podendo ainda ter incluido encantamentos, talismãs ou imprecações.
Lei principal da Wicca – Nunca prejudiques ninguém.
Bem acho que esta última frase diz tudo.

Este é um assunto delicado para se falar, já que desde novos somos forçados a acreditar que as bruxas têm de ser más...

Beijinhos de Luz,"

6 Comments:

Blogger Abssinto said...

;)

Para a proxima posso-te enviar por e-mail, caso prefiras. Abraço, Paul!

10:15 da tarde  
Blogger Paulo Sempre said...

Tudo isto me faz lembrar
as aulas do meu professor, Drº Moisés Espírito Santo, com a sua teoria sobre a religião popular portuguesa. Todas essas crenças ainda fazem parte do meu imaginário de criança. Nunca é demais lembrar....
Abraço.
Paulo

PS: Spínola, nop!!!

1:54 da manhã  
Blogger o alquimista said...

Divagação que nos levaria a uma grande conversa, talvez um dia...talvez...

Um abraço

1:10 da tarde  
Blogger Luthien Numenesse said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

9:03 da tarde  
Blogger Luthien Numenesse said...

Não concordo.
Nessa era uma mulher que era considerada de "mulher livre" era logo julgada pelos seus actos que maioritariamente benignos, mas não ao ponto de vista da dita Inquisição. Gostava de saber, se realmente reflectiram sobre o que é realmente é uma "bruxa".
Aí está a ideia clássica, uma velha de nariz ponteagudo que faz mal a criancinhas e roga pragas a vizinhos... Ideias lançadas pelos cristãos a fim de se verem livres do apego ao paganismo e ao culto do feminino.
O certo é que as pessoas têm medo de alguém que possa ter poder nas vossas vidas. uma ideia inutil já que todos possuiem poder...
Uma bruxa, maga ou feiticeira foram condenadas por adoração ao diabo, e por isso foram acusadas e humilhadas injustamente, fruto da ignorancia, já que uma Filha sagrada ama Gaia, a dita Mãe Natureza!
As pessoas não separam a magia branca da magia negra, pois pensam que faz tudo "parte do mesmo saco".
Bruxaria - O conhecimento e as prácticas especificos das bruxas. Às vezes sinónimo de Wicca (também conhecida como Arte). Nos tempos antigos, medievais e do renascentismo, a bruxaria geralmente incluia o trabalho com ervas, a cura, o oficio da parteira e outros tratamentos populares, podendo ainda ter incluido encantamentos, talismãs ou imprecações.
Lei principal da Wicca – Nunca prejudiques ninguém.
Bem acho que esta ultima frase diz tudo.

Este é um assunto delicado para se falar, já que desde novos somos forçados a acreditar que as bruxas têm de ser más...

Beijinhos de Luz,

Herenya Na!

11:28 da tarde  
Blogger "Croag Filliu" said...

Ai esta o dito sonho tipico dos medos dados pelas historias contadas a crianças...
Nada têm a haver com a realidade,
Passada e Presente,
A Bruxaria é mais, muito mais ,
Que a velhinha com o dito nariz pontiagudo,
Toda de preto, com corcundo e um riso malicioso...

Ha que perder um pouco de tempo a perceber a realidade,
Quem nao quiser que continue a ter medo das bruxinhas...
Muhahahahah

A Luthien explicou um pouco da coisa,
Mas existe mais,
Um mundo de misterio que como diz o Alquimista,
Levaria a uma grande conversa..

Abraço

11:35 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Tangerine Dream - Love on a Real Train